Pixel2 – apresentação e artist talk de Acácio de Carvalho e Selma Pereira

Pixel2  de Acácio de Carvalho e Selma Pereira

12 de Dezembro de 2016, 13:00

IMG_5333_small“Os pixéis são, inevitavelmente, associados às origens da arte digital, mas não se limitam a isso. São pertença das antigas imagens tipográficas, dos quadratins – unidade de medida utilizada em tipografia, que define a proporção do comprimento e altura da letra, em relação ao tamanho do ponto da fonte escolhida – e das picas – medida de distância tradicional na tipografia anglo-saxónica. Na linguagem plástica o quadrado é uma das formas primárias, a par do triângulo equilátero e do círculo, e é justamente esta forma básica que compõe o pixel.”

A instalação Pixel2 (pixel ao quadrado) desenvolve a representação pictórica do pixel, em diferentes tecnologias artísticas e diversos materiais, aliados a aplicações de media-arte, onde as experiências com os materiais físicos se virtualizam e recorrem a outros valores expressivos/plásticos.

Trata-se de uma instalação interactiva composta por duas estruturas paralelepipédicas independentes, sendo que cada face desta estrutura alberga dois painéis, onde é explorado a representação gráfica do pixel através de diferentes formas de expressão. “Em Pixel2 exploramos a representação gráfica dos pixéis, o jogo óptico e ilusório inerente, numa instalação de média-arte rematerializada. A materialização de elementos digitais comuns como os minúsculos pixéis permitem uma renovada visão, com uma diferente expressão plástica, quem vem suscitar interações digitais mais espontâneas, intuitivas e uma imersão na obra e na sua materialidade”.

A peça é ainda composta em RVA com a utilização de aplicações, a instalar nos Tablet e smartphones, como o Aurasma e Augmented e projecções de várias imagens desenvolvidas com base no trabalho apresentado nos diferentes painéis.

_jba8051 _jba8068 _jba8113 _jba8124 _jba8131 _jba8174 _jba8191 _jba8214 _jba8220 _jba8228 _jba8244 _jba8137 _jba8141
<
>

A instalação – que tomou como referência conceptual e formal as origens da arte digital, obriga o espectador a uma deslocação e interacção visando ampliar e expandir percepção e a experimentação das diferentes componentes da obra.

A sua apresentação no INVITRO consagra um programa de divulgação e mediação dos trabalhos de investigação e criação desenvolvidos pelos alunos do DMAD da Universidade Aberta, trazendo a público a inovação e investigação num campo híbrido de desenvolvimento artístico, criativo e tecnológico.

13697242_10207160751040831_6851682465345495566_n 13699945_10205225584438251_340055307554587660_n 13715997_10205214344317255_6416031274461413200_n 13754362_10207160751200835_4535098890652644068_n
<
>

Acácio de Carvalho
Vila Nova de Gaia, Fevereiro de 1952. Curso de Artes Plásticas da Escola Superior de Belas Artes do Porto, 1980. Mestrado em Cenografia (Master of Fine Arts in Scene Design 86/88) pela Universidade de Boston, E.U.A.. Professor Adjunto na Área de Artes e Ofícios da Escola Superior de Educação do I.P.Porto. Entre 1972/82 trabalha como designer gráfico no Jornal de Notícias do Porto. Participa desde 1965 em mais de 100 produções de Teatro, (Ópera, Dança e Cinema) como actor, encenador e principalmente como cenógrafo. Participação em inúmeras exposições colectivas.

Selma Pereira
Doutoranda em Média-Arte Digital, Universidade Aberta – Universidade do Algarve, Mestre em História do Algarve, Universidade do Algarve, Licenciada em Design de Moda e Têxtil, ESART- Instituto Politécnico de Castelo Branco

Save

Save

Save

Save

Save

Save

Save